Democratização da Comunicação, Reformas de Base e Direitos Humanos

13 de outubro de 2013

AP 470/STF: Não houve mensalão, desvio de dinheiro público e o caixa dois não foi julgado

Mensalão/STF: juízes ou cabos-eleitorais? E o GAVETÃO será aberto ao público?
Joaquim Barbosa tem até abril de 2014 para decidir se disputará a presidência da república. Sua condição de magistrado garante este prazo diferenciado (consultar link:http://jornalggn.com.br/noticia/o-prazo-de-filiacao-partidaria-para-os-magistrados).
Nossa democracia garante elegibilidade para tal cargo a qualquer pessoa maior de 35 anos, desde que não seja estrangeiro, conforme estabelece nossa Constituição Federal, Art. 14, § 2º e 3º, IV, a.
JB, portanto, preenche tais condições.
Analisemos, contudo, o aspecto político da questão.

O “modelito” MARINA

Marina assombrou o país ao se filiar ao PSB, mas fato é que ela criou mais uma opção para o eleitorado pátrio. Por óbvio, ela já encontra resistências, tanto de seus sonháticos seguidores quanto dos caciques do PSB por conta de alianças previamente acordadas e ora rejeitadas pela sonhática mor.
Tal “modelito”, entendemos, poderá se repetir quando JB se decidir em abril do próximo ano.
O partido político pelo qual JB iria/irá concorrer é a surpresa que seguirá o “modelito”.
Não se espantem se mais adiante ocorrer uma aliança de alguns partidos tipo: PSTU, PSOL, PPS e mais alguns considerados nanicos.
Saibam todos que a mãe do filho de JB (aquela mesma que ele agrediu e depois fez uma cartinha o aliviando para poder assumir no STF) tem origem militante no PSTU.
Todos os partidos acima relacionados guardam um consenso entre si, propalam, sem qualquer análise, tudo o que é vendido pelo PIG como verdade inconteste do chamado mensalão.

Mensalão: plataforma eleitoral de JB

As forças oposicionistas tudo farão para impedir a vitória do PT no primeiro turno de 2014.
Para tanto, a candidatura de JB é mais do que opção, é um imperativo, pois ela arregimenta um setor do eleitorado ainda embevecido pela performance do “batman” midiatizado.
O discurso do lançamento da candidatura é o que definiremos como “tanto faz”.
É aqui neste contexto que entra o mensalão.
Cenário A: Se JB conseguir prender Zé Dirceu antes de se desincompatibilizar será a glória para seu projeto eleitoral e o discurso é um prato feito evidente.
Cenário B: Se, entretanto, ocorrer de o rito processual do julgamento impedir que JB utilize tal argumento - a prisão de Zé Dirceu - a opção será, a La “modelito”, esculachar a lerdeza do judiciário.
É a isto que definimos como “tanto faz”; JB já tem em mãos as opções de discurso para o lançamento de sua candidatura.

A matemática eleitoral de JB

Com três candidaturas - tucanos, PSB e JB - em firme oposição ao PT, é bem provável que a disputa para estar no segundo turno tenha como patamar 15% dos votos.
Quanto mais a candidatura do PT se aproximar dos 50%, menor será o percentual das demais candidaturas para estar no segundo turno.
É exatamente por isso que JB assume o papel de verdugo que deseja, a qualquer custo, esfolar suas vítimas.
Só assim ele consegue agradar seu eleitorado.
JB sabe que precisa agir antes do julgamento dos Embargos Infringentes, por isso tudo fará para encarcerar todos antes mesmo desta nova etapa processual.
Neste quesito, temos que reconhecer, o PIG ainda tem força suficiente para influenciar segmentos específicos e significativos do eleitorado, o necessário para impedir que o PT vença no primeiro turno.

STF: juízes ou cabos-eleitorais

JB e Gilmar Mendes já protagonizaram cenas lamentáveis de agressão mútua, mas agora se pode entender o porquê de terem sido relevadas por ambos: o interesse eleitoral de JB e o eterno compromisso partidário oposicionista de Gilmar Mendes.
Gilmar Mendes é, portanto, cabo-eleitoral de JB para impedir que o PT vença no primeiro turno.
Fux é o que já vimos. Mais do que cabo-eleitoral, tem toda aparência de vice do JB, função que Gilmar Mendes abdica por ter compromisso umbilical com os tucanos.
O julgamento da AP 470 é para JB a mola propulsora de sua candidatura presidencial e ele sabe que pode vir a ser fator decisivo para impedir que o PT vença no primeiro turno.
Dos onze integrantes do STF já analisamos três, se os demais oito serão juízes ou cabos-eleitorais, veremos se entregarão de bandeja a cabeça de Zé Dirceu ou não.

E o PIG ?

A velha mídia empresarial atuará com suas pesquisas de consumo interno para ir aferindo passo a passo a tendência de seus consumidores para assim inflar o balão eleitoral do JB  impedindo que o PT vença no primeiro turno.
Nos últimos dias foi a vez da sonhática ter seus momentos de vedete, pois é assim o modus operandido PIG.
Se o PIG constatar que a questão da difusão dos ERROS da AP 470 está sob "controle", ou seja, não causa incômodo dentro do STF, não vacilará em potencializar JB e sua sanha.
O julgamento em curso é um mero trampolim para JB e para o PIG. A justiça pouco importa para eles, o importante é impedir que o PT vença no primeiro turno de 2014.
A leviandade do PIG está em não enfocar a verdadeira fonte de corrupção que é o famigerado Cx2. O financiamento público das campanhas eleitorais é tema proibido em suas editorias.

Os evidentes e notórios ERROS da AP 470

Está nas mãos do Lewandowski, desde o final de agosto, a relatoria do ainda sigiloso inquérito 2474, o famoso GAVETÃO do JB e da PGR/MPF de Antonio Fernando e Gurgel.
JB manteve este GAVETÃO no mais rigoroso sigilo por mais de seis anos.
A truculência de JB não é fortuita, é planejada. Ele teme que o distinto público tenha acesso aos notórios e evidentes ERROS existentes na AP 470.
É neste GAVETÃO que se encontram as provas que aniquilam com toda a farsa do julgamento.
Foi neste GAVETÃO que JB e a PGR/MPF de Antonio Fernando e Gurgel ocultaram de todos os demais ministros a documentação (laudos e perícias) que comprova não ter ocorrido nenhum desvio; que o dinheiro não era público e nunca pertenceu ao Banco do Brasil; que o petista Pizzolato jamais teve poder de ordenar pagamentos para a Visanet cumprir e que os empréstimos contraídos pelo PT foram legítimos.

Caixa 2 existiu e não foi julgado

Lançar mão de recursos do abominável Cx2 é prática condenável que deve ser punida conforme estabelece a legislação pertinente, dentro do mais legítimo estado democrático de direito.
Com relação aos delitos ocorridos, e eles existiram, restringem-se ao Cx2.
O consagrado jornalista Raimundo Pereira da revista Retrato do Brasil produziu um trabalho em vídeo, com base em vasta documentação oficial e ele é categórico em desafiar a ser processado se quaisquer de suas afirmações forem inverídicas.
E ele comprova que:
* não existiu qualquer desvio de dinheiro do Banco do Brasil;
* todos os serviços publicitários foram efetivamente realizados;
* não houve qualquer desvio de dinheiro da Câmara dos Deputados; dentre outras importantes revelações.
Se você já assistiu ao vídeo, divulgue-o onde for possível.
Todos nós devemos intensificar a divulgação do didático trabalho em vídeo da revista Retrato do Brasil de Raimundo Pereira, com Fernando Morais de âncora. Assista clicando neste link:  http://www.megacidadania.com.br/mensalao-ap-470-stf-julgamento-medieval/

Com Zé Dirceu inocentado o PIG pira

Já sabemos que não existe um só documento que incrimine Zé Dirceu.
Ele foi condenado basicamente por conta da utilização enviesada (= indevida) da teoria do domínio do fato.
A massificação midiática demonizando Zé Dirceu, sem qualquer fundamento probatório, teve por objetivo macular o PT.
Fux é o relator da nova etapa do julgamento, mas Lewandowski tem a chave do GAVETÃO.
Não tem paralelo na história conviver com a perversidade como tem sido para todos que foram incluídos na AP 470.
Estamos em vias de presenciar a reversão desta dramática e injusta situação.
A culpa pelos grotescos e terríveis "erros" da AP 470, necessariamente recairá sobre alguém, mas isso será decorrência natural que advirá.
Zé Dirceu foi utilizado pelo PIG como um símbolo maldito a ser exterminado.
Zé Dirceu será inocentado, pois existem documentos ocultados no GAVETÃO que aniquilam com a denúncia.

Quando terminará o sigilo do GAVETÃO

O blog Megacidadania enviou algumas perguntas ao doutor Marthius Sávio, o advogado do petista Pizzolato, acerca deste inquérito 2474 e já temos a confirmação de que receberemos as respostas ao final do dia de hoje (10/10). Vamos divulgar tudo nesta sexta-feira, dia 11/10.
A relevância deste inquérito 2474, o GAVETÃO, pode ser comprovada em três links:

Obs.: o blog Megacidadania tem a disposição de qualquer pessoa todos os documentos necessários para desmontar a denúncia encadernada na AP 470

ATÉ QUANDO O MENTIRÃO PREVALECERÁ ?

É DEVER DE CONSCIÊNCIA DE TODOS QUE TENHAM CONHECIMENTO DOS NOTÓRIOS E EVIDENTES ERROS COMETIDOS PELO STF NA AP 470 EXIGIR A ANULAÇÃO DA FARSA.

COMPARTILHAR É O SEGREDO DE NOSSA FORÇA !

Nenhum comentário:

Postar um comentário