Democratização da Comunicação, Reformas de Base e Direitos Humanos

25 de agosto de 2016

"Está começando no Senado a semana da vergonha nacional"


Em ato pela Democracia e pelo emprego, Lula denuncia golpistas: vão começar a vender o Brasil

Em ato público pela Democracia e contra o desmonte do setor de óleo e gás no Brasil, neta quinta (25), em Niterói (RJ) o ex-presidente Lula denunciou a hipocrisia do processo de impeachment da presidenta Dilma. “Eu, como brasileiro, estou envergonhado de assistir à semana da vergonha nacional com esta votação no Senado”, disse Lula, referindo-se ã etapa final do golpe parlamentar.

“Os senhores senadores que vão votar pelo impeachment não estão cassando a Dilma, estão caçando o voto de vocês”, afirmou o presidente diante de milhares de trabalhadores no estaleiro Mauá. Lula criticou a deslealdade do senador Marcelo Crivella, ex-ministro de Dilma, do prefeito do Rio Eduardo Paes e do ex-governador Sergio Cabral, que apoiaram o golpe do impeachment.

No ato, promovido pela CUT, Federação Única dos Petroleiros (FUP) e Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM), Lula denunciou a política entreguista dos chefes do golpe, responsável pela destruição de centenas de milhares de empregos no Brasil.

“Como eles não sabem governar, vão começar a vender o Brasil e de repente esse país de 204 milhões de habitantes, esse país vai abrir mão da sua soberania para ficar mendigando para os países ricos, porque prevalece o complexo de vira-lata dos que querem governar esse país”.

Lula também criticou os operadores da Lava Jato por destruírem empregos ao invés de julgar e punir apenas os responsáveis pelos desvios na Petrobrás. E reagiu ã campanha sistemática de difamação movida pela imprensa:

“Eu pensei que depois de deixar a presidência eu ia me aposentar. Eu pensei que a Globo não ia falar mais de mim, mas ela fala de mim todo dia...vai gostar de mim assim em outro lugar...”

Para ouvir o áudio completo, clique no link do soundcloud:

https://soundcloud.com/institutolula/ato-da-fup-em-niteroi
LULA.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário