Democratização da Comunicação, Reformas de Base e Direitos Humanos

6 de julho de 2011

#Anonymous: Carta aberta à imprensa e à população brasileira

Reproduzo o artigo de Biruel publicado no Teia Livre

Saudações a todos!
Nos últimos dias temos observado que há nas notícias da mídia uma vinculação do grupo Anonymous ao Lulzsec, grupo que vem promovendo ataques a sites do governo. Essas noticias não retratam o verdadeiro motivo pela qual a Anonymous luta. Queremos ressaltar que nada tivemos a ver com os ataques aos sites do governo, da Petrobras, ou qualquer outro.
Nossa batalha é outra. É uma batalha que vem ao encontro do interesse de todo cidadão, independente de classe social ou emprego, independente de credo, de escolhas sexuais. Nossa batalha é pela mudança, pelo conhecimento, por um país e um mundo melhor e maisjusto. Lutamos contra um sistema político corrupto que se instalou e que arranca do povotodo seu poder e potência, deixando-nos abandonados a nossa própria sorte.
O Brasil tornou-se um dos países mais ricos do mundo, e ao povo o que sobra são migalhas. A educação pública se deteriora, escolas privadas de baixa qualidade se proliferam, o professor é mal pago e tem de trabalhar muitas horas sem ter tempo de se preparar. A mesma coisa com a saúde. A mesma coisa com a segurança pública.
Até quando assistiremos à deterioração dos espaços e serviços publicos e nos contentaremos em pagar por coisas quedeveriam ser gratuitas e de qualidade? Sob a ilusão de um status social, pagamos por segurança, pagamos por educação, pagamos por saúde. No entanto, nunca estivemos tão pouco seguros, nunca tivemos uma educação tão ruim e desinformadora, nunca tivemos um serviço de saúde tão precário e que tanto desrespeita os profissionais. Não será que existe algo a ser mudado? Não teria chegado a hora do povo, os anônimos do dia-a-dia, se levantar?
A população vive um momento de medo, e esqueceu que tem uma voz mais poderosa que ados políticos, mais importante que o voto, e mais eficaz na hora de promover mudanças. Queremos lembrar toda a população, a toda pessoa em particular, do poder da sua voze do brilho que está dentro de cada um, e que nenhum politico corrupto, nenhuma empresa coorporativa, nenhum sistema, poderá jamais levar. Convidamos todos a discutir: em casa, no trabalho, com os amigos, a família, os pais, os filhos.
Convidamosa todos a esquecerem as diferenças e pensarem nas semelhanças, naquilo que nos é igual. Chega de debatermos sobre como ganhar mais dinheiro, como ser melhor, ter o melhor. É hora de debatermos para construirmos uma nova sociedade, sob uma nova concepção de política. Uma sociedade para todos e de todos.
Você sabia que bastaria que todos trabalhassem apenas 14 horas por semana para que mantivéssemos a produção atual, e ainda melhoraríamos a distribuição de renda e a qualidade vida?
Há muito mais informação que nos é negada. Chegou a hora de mudar. Chegou a hora de fazermos juntos a mudança acontecer.Nosso plano é simples: aprender, educar, comunicar, divulgar e libertar.
Aprender: Uma sociedade sem conhecimento, sem estudo, fica cega quanto aos seusdireitos,e não usa o poder que tem.
Educar: é a principal arma que temos em mãos. O conhecimento é livre, e deve ser passado atodos. Conhecer seu país, suas diferenças, seus problemas, é o primeiro passo para mudar oque está errado. Educação não é papel apenas da escola. Todos estamos educando quandomostramos o que está acontecendo e passamos o conhecimento para os que não tem acesso.
Comunicar: expor ideias, projetos, fazer manifestações, ou apenas conversar, são formas deaprender e educar, e principalmente, passar experiências.
Divulgar: mostrar ao próximo que existe um movimento acontecendo, e que quer mudarpara melhor o que não está certo no Brasil.
Clique aqui e veja o folheto do Anonymous

Nenhum comentário:

Postar um comentário