Democratização da Comunicação, Reformas de Base e Direitos Humanos

25 de maio de 2011

Comissão da Verdade: A proposta dos familiares de mortos e desaparecidos políticos

Segundo a Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos, a  criação de uma Comissão de Verdade pode ter méritos ou pode apresentar riscos para a busca do esclarecimento histórico, pode contribuir ou não para a realização da justiça e o aprofundamento da democracia. O debate sobre a proposta de criação de uma Comissão de Verdade deve se centrar em suas funções, poderes, competências e garantias mecanismos que permitam assegurar melhor efetividade. Para satisfazer o direito a verdade que corresponde às vitimas e a toda à sociedade brasileira, uma Comissão de Verdade deve ser efetiva, autônoma, independente e justa.
Os elementos considerados fundamentais pela Comissão de Familiares para garantir tal instituição são apresentados neste texto.

Enviado por Maria Amélia Teles no IDEJUST

Nenhum comentário:

Postar um comentário