Democratização da Comunicação, Reformas de Base e Direitos Humanos

2 de dezembro de 2010

Paulo Bernardo é escolhido para o Ministério das Comunicações

O atual ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, será remanejado para o Ministério das Comunicações no futuro Governo Dilma Rousseff. A informação foi confirmada pela presidente eleita nesta última terça-feira, após reunião com a cúpula do PMDB. Antes, ele era cotado para continuar no Planejamento ou ser remanjado para a Casa Civil. O futuro vice-presidente, Michel Temer, o presidente do Senado, José Sarney (AP) e o senador Renan Calheiros (AL) participaram do encontro com Dilma. Ela avisou que dois ministérios vão deixar a cota do PMDB na formação do novo governo, Comunicações e Integração Nacional. Por enquanto, a legenda não fez nenhuma reclamação, uma vez que terá direito a indicar o nome para a pasta das Cidades.
Correios e regulamentação da mídia
Bernardo tem 58 anos, já exerceu três mandatos de deputado federal pelo PT do Paraná e está no ministério desde 2005. A sua escolha para a pasta das Comunicações indica que Dilma Rousseff pretende realizar uma reforma na direção dos Correios, estatal que foi estopim de diversas denúncias de corrupção e má-gestão durante o Governo Lula, em especial o Caso Mensalão do PT.

Além disso, o futuro ministro terá o desafio de lidar com uma das questões mais debatidas nos últimos anos: os projetos de regulamentação da mídia, vista como cerceamento à liberdade de imprensa pelas grandes corporações de comunicação e citada como ferramenta de democratização do acesso à informação por organizações não-governamentais.
Publicado no Blog do Sidney Rezende

Nenhum comentário:

Postar um comentário