Democratização da Comunicação, Reformas de Base e Direitos Humanos

29 de junho de 2017

CCJ aprova desmonte da CLT. A resposta da CUT é GREVE!


A greve desta sexta-feira, 30, que está mobilizando milhares de trabalhadores em todo o Brasil vai denunciar mais uma vez os riscos que a aprovação das reformas de Temer representam para a classe trabalhadora e para o País. É mentira o discurso do governo de que vai ter geração de emprego. O que vai ter é o bico institucionalizado, o fim do emprego formal, que garante direitos conquistados, como férias e 13º salário.

E a aprovação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, na noite desta quarta-feira, 28, do parecer favorável a reforma Trabalhista que promoverá um retrocesso de mais de 80 anos na legislação Trabalhista brasileira, vai mobilizar ainda mais categorias.

Para a CUT, a única saída para impedir que o plenário do Senado aprove a reforma é parar o Brasil, ocupar as ruas e o Congresso Nacional. A classe trabalhadora corre o risco de ser submetida a condições de trabalho semelhantes a que tínhamos na época da escravidão e isso não vamos aceitar de braços cruzados. Estamos cumprindo o nosso papel de organizar, mobilizar, pressionar, fazer greve.

É inadmissível um presidente querer se manter no poder aprovando a pauta patronal – da Fiesp, CNI e congêneres – de retirada de direitos sociais, trabalhistas e previdenciários. Mais grave ainda é que esse presidente não tem legitimidade nem moral e é o primeiro da história do Brasil a ser oficialmente denunciado por corrupção.

Os sindicatos filiados à CUT fizeram centenas de assembleias e a greve do dia 30 foi aprovada por unanimidade.

Confira abaixo as categorias que vão parar e locais onde realizaremos atos:

Em São Paulo, a concentração para o ato público tem início às 16h, em frente ao vão livre do MASP, na Avenida Paulista, na capital. Depois, tem caminhada até a Prefeitura de SP, onde os manifestantes vão denunciar as privatizações.

ACRE

– Bancários
– SINTEAC
– Urbanitários
– Correios
– ADUFAC
– SINDACS
– SINPOSPETRO
– SINTEST
– Auditores fiscais
– Vigilantes
— 8h ato em frente Ao Palácio do Governo do Estado, em Rio Branco. Na sequência, haverá uma caminhada até o centro da Capital.
ALAGOAS
– Bancários;
— 6h ato no Coreto de Delmiro Gouveia
— 8h ato na Praça dos Martírios, centro de Maceió
— 13h30 ato na Praça Luis Pereira Lima, em Arapiraca
AMAZONAS
— 8h ato na Praça do Congresso, em Manaus
AMAPÁ
— 8h ato na Praça da Bandeira, em Macapá.
BAHIA
– Ferroviários
– Petroleiros
– Químicos
– Servidores públicos federais; estaduais e municipais; previdenciários;
– Correios;
– Vigilantes;
– Metalúrgicos;
– Comerciários;
– Professores;
– Sentir;
– Sindiferro;
– Sindicato dos profissionais em pesquisa;
– Sindiborracha;
– Sindicatos da agricultura familiar;
– Sintercoba;
– Sindalimentação
– Rodoviários que estão em fase de negociação final.
— 6h30 tem manifestação no Iguatemi
— 15h tem manifestação em Campo Grande, em Salvador
CEARÁ
– Transporte
– Educação
– Comércio e Serviço
– Metalúrgicos
– Servidores Públicos
– Bancários
– Rurais (CUT) vão reforçar os atos
— 7h30 ato em frente à Caixa Economica, em Iguatu
— 9h tem concentração para o ato na Praça da Bandeira, em Fortaleza.
   DISTRITO FEDERAL
– Metroviários vão parar 24 horas
– Rodoviários
– Urbanitários
– Trabalhadores em telecomunicação
– Bancários,
– Professores
– Correios
– Comerciários;
– Professores
– Saúde
– UnB
– Judiciário
– MPU
Serão realizados atos descentralizados em várias cidades do entorno:
— 6h Ato nas empresas Eletro Norte e Furnas / Setor Comercial Norte Q 6 Blocos B/C - Asa Norte
— 6h Ato na sede de Furnas, na Av. Noroeste Qn 431 Conjunto A C D, 214 - Samambaia Sul
— 8h Ato frente ao Prédio da Oi, na SCS. Q. 2 Edifício Brasil Telecom Estação Telefônica Centro
— 8h Ato em Formosa, concentração será na Praça Anisio Lobo
— 8h Ato em Brazlândia, concentração Estacionamento do BRB (Quadra 3, Bloco B Lotes 6/10
— 9h Ato no Paranoá, concentração será no Terminal Rodoviário
— 9h Ato em Defesa da Educação, na Praça do Relógio - Taguatinga
ESPÍRITO SANTO
– Metroviários
– Metalúrgicos
– Professores
– Construção civil
– Eletricitários,
– Comerciário,
— 12h tem ato na Assembleia Legislativa, em Vitória.
GOIÁS
– Bancários
– Transporte
– Educação
– Saúde
– Servidores públicos estaduais, federais e municipais
– Trabalhadores  das escolas particulares.
— A concentração para o ato será a partir das 8h, na Praça Cívica, em Goiânia.
MARANHÃO
– Urbanitários
– Servidores Federais
– Servidores Estaduais
– Professores das redes estadual, municipal e Universidades
— 6h30 Concentração em frente ao Porto de Itaqui e ato político na sequência
MINAS GERAIS
– Educação
– Saúde
– Bancários
– Aeroviários
– Urbanitários
– Metroviários
— 9h concentração para o ato será na Praça da Estação, na Avenida dos Andradas, em Belo Horizonte.
— 9h ato na Praça da Estação, em Juiz de Fora.
MATO GROSSO
– Bancários
– Educação
– Servidores Federais
– Rodoviários,
— 15h, tem ato na Praça Ipiranga, centro de Cuiabá.
MATO GROSSO DO SUL
– Educação
– Bancários
– Construção Civil
– Servidores Públicos Estaduais e Federais
— 9h – Ato na Praça Ary Coelho, no centro de Campo Grande
PARÁ
— 7h30, em Marabá, tem concentração em frente ao estádio Zinho Oliveira, de onde partirão em caminhada até o bairro Cidade Nova.
— 7h, em Marituba, região metropolitana de Belém, os manifestantes se concentrarão às 7h na entrada da Alça Viária.--- 8h,concentração para o ato em frente ao Mercado Municipal de Alatamira.
— 8h concentração do ato será em frente à Praça São Sebastião. De lá, os manifestantes devem seguir até a Câmara Municipal. Em Santarém, a paralisação será puxada pelo Fórum Sindical e Popular, que congrega 27 entidades.
— 11h ato na Praça da República, em Belém, com caminhada até o bairro São Brás.
PERNAMBUCO
– Bancários
– Metroviários e Conexos
– Docentes Universidade Federal de Pernambuco
– Metalúrgicos
– Vigilantes
– Farmacêuticos
– Professores da Rede Particular
– Professores Municipais
– Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social
– Servidores no Poder Legislativo
– Servidores Administrativos de Apoio Fazendário da Secretaria da Fazenda
– Auditores Fiscais e Julgadores Tributários de Pernambuco
– Servidores Municipais do Recife
– Trabalhadores em Educação de Pernambuco
– Profissionais de Ensino da Rede Oficial do Recife
– Policiais Civis
– Trabalhadores de Tecnologia da Informação (TI)
– Servidores e professores municipais do Paulista.
– Servidores municipais de Abreu e Lima
– Petroleiros que atuam no Complexo de Suape/Ipojuca.
– Trabalhadores da construção civil
– Servidores públicos federais – Servidores do Instituto Federal de Pernambuco
– Trabalhadores portuários
– Professores de Gravatá
– Assistentes sociais
– Agentes comunitários de saúde
– Trabalhadores em asseio e conservação
— 15h ato Político-Cultural, Arraiá da Greve Geral, na Praça da Democracia, no Derby, em Recife.
PIAUÍ
— 8h inicio a concentração para o ato na Praça Rio Branco, em Teresina.
PARANÁ
– Motoristas e cobradores de ônibus
– Correios
– Garis
– Servidores municipais
– Bancários
– Petroleiros
– Técnicos da Saúde
– Servidores da Justiça Federal
– Vigilantes
– Metalúrgicos
– Professores e todo pessoal da Educação
Curitiba: a CUT, demais centrais e movimentos sociais promoverão atividades durante todo o dia com suas bases, com uma grande concentração na Boca Maldita, às 12h.
— Araucária - 8h30 em frente à Prefeitura
Cascavel - 8h30 na Unioeste (palestra) / 10h ato público no Núcleo Regional de Educação
— Foz do Iguaçu - 8h no Bosque Guarani
— Guarapuava - 8h30 na Praça 9 de Dezembro
— Londrina - 9h no Calçadão
— Maringá - 9h em frente ao INSS.
— Paranavaí - 9h em frente à Prefeitura
— Ponta Grossa - 8h30 na Praça Barão de Guaraúna
RIO DE JANEIRO
– Petroleiros
– Bancários
– Professores
– Universidades
– Servidores públicos estaduais e municipais
– Metalúrgicos
– Vigilantes
— 17h tem ato na Candelária
RIO GRANDE DO NORTE
– Educação
– Saúde
– Bancários
– Servidores municipais federais e estaduais
– Ferroviários terceirizados
– Petroleiros
— 7h30, em Currais Novos, concentração em frente à Rodoviária
— 8h, em Caicó, concentração na Praça da Alimentação e caminhada até o Centro Administrativo
— 15h, em Mossoró, tem ato em frente a Igreja do Alto de São Manoel.
— 15h, em Natal, Concentração em frente ao IFRN (Salgado Filho) e caminhada até Mirassol
RS
– Metalúrgicos
– Sapateiros
– Bancários
– Professores públicos e privados do Estado
– Servidores municipais de várias cidades
– Metroviários
– Servidores da Justiça e do quadro geral do estado
— 9h ato em Caxias
— 10h ato em Pelotas
— 12h ato na Esquina Democrática, em Porto Alegre
— 12h ato em Rio Grande
— No RS os militantes também realizarão piquetes nos rodoviários em várias cidades
RONDÔNIA
— 8h, tem concentração para o ato na Praça das Três Caixas D'Água, em Porto Velho.
— 15, em Ji-Paraná, ato com passeata. Concentração na Rua Idelfonso da Silva e caminhada até a Praça do Trevo
RORAIMA
– Professores da UFRR
– Às 6h concentração em frente ao IBAMA, Av. Brig. Eduardo Gomes
– Às 9h carreata saindo do Centro Cívico, em Boa Vista
SERGIPE
– Rodoviários
– Agentes Comunitários de Saúde de Aracaju – SACEMA
– Agentes de Saúde e Agentes de combate as Endemias de Itabaiana
– SINDACS
– Assistentes Sociais – SINDASSE
– Auditores Fiscais – SINDIFISCO
– Bancários – SEEB
– Comerciários de Aracaju – SECA
– Comerciários de Arauá – SECAR
– Comerciários de Boquim – SECBO
– Comerciários de Itabaianinha – SECI
– Educadores Sociais – SINTS
– Empregados em Supermercados – SESES
– Empregados em Supermercados – SINDESUPES
– Enfermeiros – SEESE
– Engenheiros de Sergipe – SENGE/SE
– Fisioterapeutas – SINTRAFAS
– Médicos do Estado de Sergipe – SINDIMED
– Nutricionistas – SINDINUTRISE
– Professores da UFS – ADUFS
– Professores de Aracaju – SINDIPEMA
– Professores do Estado de Sergipe – SINTESE
– Psicólogos – SINPSI
– Servidores da Barra dos Coqueiros – SINDIBARRA
– Servidores de Amparo do São Francisco – SINDIAMPARO
– Servidores de Campo do Brito – SINDIBRITO
– Servidores de Canindé – SINDISERV Canindé
– Servidores de Cristinápolis – SINDSERVE Cristinápolis
– Servidores de Divina Pastora – SINDIPASTORA
– Servidores de Estância – SINDSEME
– Servidores de Malhada dos Bois – SINTRAM
– Servidores de Malhador – SINDSERVE Malhador
– Servidores de Monte Alegre – SINTEGRE
– Servidores de Nossa Senhora da Glória – SINDISERV Glória
– Servidores de Poço Verde – SINDISERV Poço Verde
– Servidores de Propriá – SINDSERVE Propriá
– Servidores de Riachuelo – SINDISERV Riachuelo
– Servidores de Socorro – SINDSOCORRO
– Servidores do Estado de Sergipe – SINTRASE
– Servidores do IFS – SINASEFE
– Servidores do Judiciário – SINDIJUS
– Servidores Federais (Ebserh e Ibama) – SINTSEP
– Técnico-administrativos da UFS – SINTUFS
– Técnicos de Segurança do Trabalho – SINTEST
– Trabalhadores da Indústria de Cimento, Cal e Gesso – SINDICAGESE
– Trabalhadores das Telecomunicações – SINTTEL
– Trabalhadores dos Correios – SINTECT
– Trabalhadores dos Transportes Rodoviários de Aracaju – SINTTRA
– Trabalhadores em Assistência Técnica e Extensão Rural (Emdagro) – SINTER
– Trabalhadores em Sindicatos, Federações e Associações – SINTES
– Trabalhadores na Agricultura – FETASE *Mobilização dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais dos 74 municípios
– Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe – SINTASA
– Vigilantes do Setor Público – SINDVIPSE.
— 14h concentração para o ato na Praça General Valadão, em Sergipe.
SANTA CATARINA
– Rurais
– Fetraf-SC
– Sinasefe Seção IFSC
– Sindsaúde/ SC
– Sintrasem
– SINTUFSC
– Sindpd - Ciasc
– SINDPD - Dataprev
– SINDPD - Serpro
– Sintaema - CASAN
– SINTECT
– SITESPM-CHR
– SISME
– SINDI-SJCR
– Sintrajusc
– Sintespe
– Sindprevs
– UFFS (Chapecó - Técn.)
– Sinergia
– Sinte SC
– SINPSI/SC
– Auditores Fiscais
– SEEB - Bancários
– Sintraseb Blumenau
– Sitespm-CHR – Chapecó
– Sinsej Joinville
– Sintram - São José
Chapecó 9h - Trevo da BR 282
Florianópolis - 15h - Ticen
Lages - 16h30 - Calçadão Pça João Costa
— Ararangua - 8h - Em frente ao INSS
Caçador - 9h - Largo Caçanjurê
Itajaí - 5h - Centro
Joinvile - 14h - Praça da Bandeira
Blumenau - 13h30 - Praça Victor Konder
Campos Novos - 8 h - BR 282/BRF
Rio do Sul - 9h - Praça da Catedral, BR 470
SÃO PAULO
– Metroviários
– Petroleiros
– Bancários
– Professores
– Saúde
– Ferroviários vão parar a linha 8 diamante/esmeralda
— 16h ato em frente ao vão  livre do MASP, na Avenida Paulista, na capital, seguido de caminhada.
ABC
— Metalúrgicos do ABC farão ato em frente ao Sindicato, em São Bernardo do Campo e às 9h sairão em caminhada até a Praça da Matriz.
— Químicos ABC vão parar principais empresas em Santo André, Diadema, São  Bernardo, Mauá e Rio Grande da Serra.- Professores do ABC
— Professores da rede particular do ABC também vão paralisar suas atividades
ARARAQUARA
— 7h concentração na Praça Santa Cruz
— 9h marcha pela Avenida São Carlos
BAURU
— Das 6h às 9h, ato na Avenida Rodrigues Alves, em frente a Câmara Municipal
CAMPINAS
— 16h ato no Largo do Rosário
GUARULHOS
— 4h30 ato no Aeroporto de Cumbica
JUNDIAI
— 9h30, na Rua XV de Novembro, 336, centro de Jundiaí
MOGI DAS CRUZES
— 6h, na Praça Marisa, centro de Mogi das Cruzes
OSASCO
 Bancários vão fechar as agencia na Avenida dos Autonomistas e Rua Antonio Àgu, ruas centrais da cidade
— Comerciários vão fechar as lojas no calçadão
— Professores de Osasco farão aula pública no calçadão
— 11h caminhada pelo calçadão de Osasco
RIBEIRÃO PRETO
— 9h ato na Rua Álvares Cabral, centro da cidade
— 11h concentração na Esplanada Pedro II
SANTOS
— 6h ato na Martins Fontes, entrada de Santos via centro da cidade
— 6h ato na Av. Presidente Wilson, em frente ao teleférico de São Vicente, na Baixada Santista
SÃO CARLOS
— 7h concentração na Praça Santa Cruz, rua São Bento, 1265)
— 9h marcha pelas ruas do centro da cidade
SÃO JOSÉ DO RIO PRETO
— 17h ato em frente ao terminal urbano
SOROCABA
– Rodoviários
– Metalúrgicos
– Químicos
— 8h passeata na Zona Norte
— 9h concentração na Praça Cel Fernando Prestes
TOCANTINS
– Educação
— 8h ato na Avenida JK, com concentração em frente ao Colégio São Francisco.

Central Única dos Trabalhadores

Leia também:
- Algumas categorias ainda se reunirão até hoje a noite e a mobilização pode aumentar
- Lula diz que perseguição da mídia e Justiça fortalecem mobilização

Nenhum comentário:

Postar um comentário