Democratização da Comunicação, Reformas de Base e Direitos Humanos

2 de fevereiro de 2017

Imprensa internacional repercute a morte de Dona Marisa

Foto: Ricardo Stuckert

Jornais de todo o mundo noticiam o falecimento da ex-primeira-dama. “Foi uma companheira incondicional de Lula”, diz portal norte-americano

Jornais e portais de todo o mundo repercutiram, nesta quinta-feira (2), a morte cerebral da ex-primeira dama, Marisa Letícia Lula da Silva. O britânico “Daily News” destacou a importância de Dona Marisa na trajetória política de Luiz Inácio Lula da Silva.


O jornal argentino “El Clarín” ressaltou que Dona Marisa veio de uma família muito pobre e que teve forte influência sobre as decisões de Lula, chamado pelo jornal como “o presidente mais carismático que o Brasil já teve”.

O periódico também ressaltou que a Câmara de deputados fez um minuto de silêncio em homenagem a ex-primeira-dama. O mesmo destaque que deu o jornal britânico “The Guardian”.

O norte-americano “The New York Times” lembrou que a presidenta eleita, Dilma Rousseff, publicou uma nota de pesar em que diz que Dona Marisa foi “o esteio de sua família, a base para que Lula pudesse se dedicar de corpo e alma à luta pela construção de um outro Brasil”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário