Democratização da Comunicação, Reformas de Base e Direitos Humanos

26 de abril de 2014

Democratização da Comunicação: a XVIII Plenária Nacional do FNDC



O evento, que vai até domingo (27) vem com o tema “Democratizar a Democracia”.
A XVIII Plenária Nacional do FNDC, realizada na Escola Nacional Florestan Fernandes (ENFF), em Guararema, São Paulo, pretende fazer um balanço das atividades realizadas pelo Fórum no último ano e traçar estratégias de ampliação de sua atuação na articulação e mobilização por políticas de comunicação democráticas no Brasil. A Plenária ainda elegerá a nova Coordenação Executiva e o Conselho Deliberativo do Fórum.
O FNDC, que vem desde 1991 na luta pela democratização da comunicação, encabeça, desde 2012, a campanha “Para Expressar a Liberdade”, fruto de anos de luta da sociedade civil para regulamentar a comunicação no Brasil.
Thiago José, diretor de comunicação da UNE, acredita que essa regulamentação vem justamente para aprofundar a democracia em nosso país: “Hoje os grandes meios de comunicação são controlados por meia dúzia de famílias que pautam e decidem o que será notícia. Agindo não no interesse público, mas sim em seus interesses privados. Os grandes conglomerados de informação estão nas mãos daqueles que representam os interesses conservadores e impedem os avanços”, afirma Thiago.
As famílias citadas por Thiago são Abravanel (SBT), Sirotsky (RBS, maior grupo de comunicação do sul do Brasil), Civita (Editora Abril), Macedo (Record), Frias (Folha de S. Paulo), Levy (Gazeta Mercantil), Marinho (Organizações Globo), Mesquita (O Estado de S. Paulo), Nascimento Brito (Jornal do Brasil) e Saad (Rede Bandeirantes). Essas poucas famílias têm o poder de definir o que vai ser discutido ou não pela sociedade, e qual a abordagem destas informações.
O Marco Civil da Internet, sancionado na última quarta (23) pela presidenta Dilma, já é considerada uma vitória pelo diretor: “Hoje a internet é uma importante ferramenta de pesquisa, além de instrumento de comunicação. Por isso é fundamental garantir pra além da neutralidade e liberdade da rede, a privacidade de seus usuários”.
A UNE compõe a FNDC e acredita ser fundamental a unidade dos movimentos sociais e das mais diversas iniciativas ativistas para lutar pela democratização dos meios de comunicação no Brasil.

QUEM FAZ O FNDC?

Centenas de entidades participam do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação, dentre elas: Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB, Central Única dos Trabalhadores – CUT, Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé – Barão de Itararé, Comunicação e Direitos - ANDI, Federação Nacional dos Jornalistas – FENAJ, União Brasileira de Mulheres – UBM, União Brasileira dos Estudantes Secundaristas – UBES, União da Juventude Socialista – UJS e União Nacional dos Estudantes – UNE.

SERVIÇO

Quando? De 25 à 27/4
Onde? Escola Nacional Florestan Fernandes – Guararema – SP
Como? Acesse o site e saiba como participar: fndc.org.br
Yuri Salvador - UNE

Nenhum comentário:

Postar um comentário