Democratização da Comunicação, Reformas de Base e Direitos Humanos

10 de dezembro de 2011

Governo de São Paulo
apresenta
no Memorial da Resistência de São Paulo
Largo General Osório, 66 – Luz
Auditório Vitae – 5o andar
SÁBADO RESISTENTE
10 de dezembro, das 14h às 17h30

A questão dos desaparecidos políticos
Nossa contribuição à Comissão da Verdade

O Memorial da Resistência de São Paulo, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, apresenta, no projeto Sábado Resistente, a recente criação da Comissão Nacional da Verdade que coloca a questão das torturas, dos assassinatos e desaparecimentos políticos durante a ditadura militar na ordem do dia, mais uma vez. A aprovação da Lei mostra que a vontade política é fundamental para a revelação da verdade histórica e elucidação de nosso passado recente.

O Sábado Resistente dá sua contribuição à Comissão da Verdade no dia da Declaração Universal dos Direitos Humanos, apresentando os relatórios de buscas aos desaparecidos e os resultados obtidos. Com essa iniciativa será possível constatar o que já foi feito e muito do que ainda pode ser feito na revelação dos crimes cometidos pela ditadura que infelicitou o país durante 21 anos.

Programação

14h - Boas Vindas de Kátia Felipini (Coordenadora do Memorial da Resistência)
Apresentação e coordenação: Alipio Freire (Núcleo de Preservação da Memória Política).

14h15 – Dra. Eugênia Gonzaga (Procuradora Federal do Ministério Público Federal) Relatório sobre as buscas em cemitérios de São Paulo e a localização de mais uma vala clandestina.

14h45 - Diva Santana (Familiar de desaparecidos no Araguaia) - Giles Gomes (Coordenador Geral da Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos da Secretaria de Direitos Humanos) - Relatório das buscas na região do Araguaia - Informe sobre a reestruturação da Comissão.

15h15 - Ivan Seixas (Familiar de desaparecido político)
Relatório das buscas realizadas em Foz do Iguaçu, Rio de Janeiro e Nordeste e a
localização de desaparecidos políticos .

15h45 – Dr Marco Antonio Barbosa (Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da USP e Presidente da Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos Políticos) Síntese das ações que poderão contribuir com a Comissão da Verdade e mobilização em torno delas.

16h:15 - Debate.

17h - Distribuição do livro “Habeas Corpos: que se apresente o corpo”(Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, 2010).

Os Sábados Resistentes, promovidos pelo Memorial da Resistência de São Paulo e pelo Núcleo de Preservação da Memória Política, são um espaço de discussão entre militantes das causas libertárias, de ontem e de hoje, pesquisadores, estudantes e todos os interessados no debate sobre as lutas contra a repressão, em especial à resistência ao regime civil-militar implantado com o golpe de Estado de 1964. Os Sábados Resistentes têm como objetivo maior o aprofundamento dos conceitos de Liberdade, Igualdade e Democracia, fundamentais ao Ser Humano.

Do Núcleo Memória

Nenhum comentário:

Postar um comentário